O lixo eletrônico pode ser um negócio lucrativo